Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bem me quer

Bem me quer

Sex | 23.06.17

O povo português é GRANDE

tumblr_ltp9rto8da1qfjg3ho1_500.jpg


 

 

Mais uma vez o povo português mostrou de que fibra é feito. Mostrou a união e a solidariedade que percorre as suas veias, que juntos somos mais fortes e que apesar de sermos um país pequeno temos a força de um país enorme. Os heróis sem capa, os bombeiros, mostraram que apesar de receberem 1,87euros p/hora e serem vistos como os "pobres" da proteção civil disseram presente e estiveram na fila da frente a proteger pessoas que não conheciam, a salvar casas que não era as deles. Mesmo depois do seu governo lhes virar as costas há tantos anos continuam a dizer presente, continuam a dar a vida e a lutar por pessoas e pelas suas histórias que os mesmos desconhecem. 
 Os media antes de tentarem deitar a baixo o que estes heróis sem capa fazem, deviam ter respeito por estes homens e mulheres. Só eles sabem o que passam á frente daquelas chamas, só eles sabem os mil pensamentos que têm e a quantidade de despedidas que fazem na sua cabeça ao longo das horas que lutam numa batalha desigual. 
 Ninguém sabe o que estes homens e mulheres têm na memória, dos corpos que viram, das situações que se sentiram impotentes por não conseguirem fazer mais. Ninguém sabe quantas vezes o seu corpo pediu descanso e quantas lágrimas caíram no desespero de querer fazer mais. Eu não faço ideia o que lhes passa pela cabeça quando estão numa situação destas, eu não sei o que lhes motiva a fazer este trabalho por 1.87 euros p/hora, representando um país onde os seus governantes não lhes dão valor, onde não lhes dão meios de trabalho. 
 Não sei o que um pai bombeiro ou mãe bombeira diz aos seus filhos quando sai para um incêndio desta dimensão, imagino que a única coisa que pensam é na promessa que fizeram antes de sair, que era que iam voltar. 
Estes heróis precisaram de água, de comida, primeiros socorros. As pessoas que perderam tudo ou que simplesmente tiveram de fugir das suas casas deixando a sua vida para trás, também precisaram de água, comida, primeiros socorros, de roupa e sabem de onde veio isto tudo?! Do povo, de um país inteiro que se uniu e onde todos contribuíram com o que podiam. Não ficámos á espera que os nossos governantes fizessem alguma coisa por eles, porque se tivéssemos ficado muitos ainda estavam á espera de bens alimentares. Foi um país que se uniu deixando os bens nos quartéis da sua residência e estes levavam para onde era preciso ou como fizeram muitos que encheram os carros com toda a ajuda que conseguiram e foram deixar onde era necessário. O país é feito de pessoas, não é feito de governantes que andam com carros de luxo enquanto não dão meios aos seus bombeiros. é feito da dignidade humana entre a população, não dos governantes que vivem na sua ganância de poder, que competem entre eles para ver quem ganha o jogo de quem ganha mais no final do mês. O país é feito de pessoas que trabalham e batalham juntos que até o mais pobre ajuda com o que tem, não é feito de governantes que empurram com a barriga uns para os outros as responsabilidades políticas e sociais que têm com toda a nação. 
 Tenho orgulho em ser portuguesa, mas não é por quem nos governa. É por ainda haver heróis sem capa, é por a solidariedade do povo português ainda estar nas veias passado tantas gerações. É por mostrarmos ao mundo que apesar de sermos um país pequeno e que para muitos não temos grande importância, somos grandes. 
 Podemos não conseguir mudar o modo como o nosso país é governado, mas conseguimos sempre mostrar que o povo português tem uma união que não é igual em parte nenhuma do mundo.

2 comentários

Comentar post