Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bem me quer

Bem me quer

Sex | 02.06.17

minhas


Todos nós temos aquele grupo de amigos que dura uma vida inteira, que desde que tens memória estão a teu lado. Eu tenho o meu! Tenho amigos que estão comigo desde os meus 5 anos de idade, ou seja, 20 anos de amizade pura. Temos tantas histórias para contar, tantas memórias para recordar com uma garrafa de vinho na mão a ver a bela vista de Lisboa. 
 Eu acredito que todos entram na nossa vida por alguma razão, para nos ensinar alguma coisa nem que seja a ser um pouco mais parvos. Acredito que as amizades verdadeiras duram uma vida inteira, na saúde e na doença, na alegria e na tristeza. Porque na saúde tu precisas de alguém para brindar e são sempre os mesmo que esticam o copo, na doença precisas de alguém que se vista de cozinheira e cuide de ti com a sopa e são sempre os mesmos, na alegria precisas de alguém para rir até doer a barriga e os mesmo estão a teu lado mais uma e na tristeza.. aaah na tristeza precisas de um ombro, de um palhaço para te fazer rir, de alguém que vá buscar 3 tipos diferentes de chocolate e mais uma vez estão lá sempre os mesmos com tarefas diferentes, mas com o mesmo fim... ficares bem. 
  Quando passas momentos menos bons na vida é que ficas a saber quem é quem. Como é natural deves ter pessoas que antes dividiam a vida contigo e hoje em dia passas e finges que nem conheces, porque falharam contigo de uma maneira parva e não consegues esquecer. Todos nós temos a nossa lista negra!! 
 Além do meu grupo total de amigos, tenho o meu que só meninas podem entrar para os jantares e bebidas ao final do dia. É um cantinho que só é permitido ao sexo feminino, onde podemos falar sobre tudo, sobre as nossas preocupações, relações, trabalho, faculdade. Sei que tenho um grupo de amigas coeso, que não preciso de me preocupar em falar com elas todos os dias e que caso precise de alguma coisa basta ligar a qualquer uma e estão logo lá todas. Somos todas diferentes, cada uma tem o seu feitio, o seu mundo encantado onde cada uma é rainha nele. Mas é nas nossas diferenças que conseguimos encaixar-nos  tão bem. 
  Amiga não é aquela que te passa a mão nas costas e diz que estas sempre certa, amiga é aquela que te dá sempre apoio, mas diz-te se estas errada ou não e onde é que podes melhorar a tua postura. Amiga é aquela que partilha tudo contigo e nunca olha para ti por cima do ombro, com desconfiança ou medo de contar alguma coisa, porque tu não estas ali para julgar. Estas com ela para ser o ombro, para chorares com ela, para rires até doer a barriga de alguma coisa que ela tenha dito ou feito. Estas ali para lhe dar na cabeça e fazeres com que ela perceba que esteve mal naquela situação. És a amiga que vai busca-la a casa do namorado depois de uma discussão, vão ao mac comer tudo e mais alguma coisa e depois mais calma voltas a deixa-la na casa do namorado para resolverem as coisas. 
 O meu grupo de amigas é aquele que ri em coro no meio de um restaurante, que se mete com toda a gente só para arrancar um sorriso. É aquele que toda a gente já sabe que está no sitio tal devido há energia que nós espalhamos. Não queremos saber se olham para nós porque rimos todas ao mesmo tempo, não queremos saber se chamamos atenção pela forma tiazoca que nos vestimos ou da  quantidade de minis que mandamos vir. Não interessa, porque quando estamos todas juntas só interessa quem está sentado na mesa, só interessa o nosso mundo á parte em comum. Elas? Elas são aquelas que vão comigo até ao altar, são aquelas que me dão a mão, são aquelas que conseguem arrancar o sorriso nos dias mais difíceis. 
 Elas são para sempre e disso não tenho duvidas.
 Sei lá, são minhas