Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bem me quer

Bem me quer

Dom | 10.06.18

Meu trevo

1488564325934 1521946877955.jpg

 




 Todos nós temos o nosso trevo de quatro folhas em forma de gente. E eu tenho o meu!
 Todos temos aquele abraço que é o nosso lar, que nos transmite a segurança que o mundo lá fora não consegue dar.

 Somos prioridade nas decisões e os últimos a receber a boa noite.
 Todos nós somos únicos para alguém, somos perfeitos com todas as imperfeições. Somos o caminho de alguém. Caminho esse que anda sempre de mão dada com tudo o que nos une e nos separa.

 Percebes que tens o teu trevo de quatro folhas quando as palavras não têm lugar e os olhos dizem tudo. Quando o mundo lá fora é como não existisse e a bolha que vos dá proteção não quebra, nem mesmo quando cai.
 Percebes que o tens quando o caminho deixa de ser no singular e passa a ser sempre no plural. Os beijinhos viram meio dia, os abraços amanhãs e as conversas viram grandes convívios a dois.

 Percebes que tens o teu trevo de quatro folhas quando te apaixonas todos os dias por ele da forma mais bonita. Quando a tristeza não tem lugar marcado, mas apenas passageiro, porque ele está lá para te proteger de tudo e de todos.
 Quando o sorriso bobo aparece sem hora marcada ou a gargalhada surge quando estas no meio da rua porque do nada lembraste de alguma coisa que ele fez ou disse.  
 Percebes que o encontraste quando a ansiedade baixa quando ele está presente. Quando a tua fraqueza com ele parece menos fraca, quando o tempo de espera deixa de ser uma eternidade. Quando a tua loucura parece normal… encontraste.

Quando vês a tua vida toda e ele está presente….encontraste o teu trevo.

(Tu és o meu..E.)