Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bem me quer

Bem me quer

Qui | 22.02.18

A M O R

tumblr_mhkgjgn8ma1s4vgzro1_500.png

 

 


 Desde pequenos somos apresentados a este sentimento amor. Ensinam-nos que o mundo é mais colorido com amor do que sem ele.   Ensinam-nos que receber também é dar, que a partilha está incluída no pacote. 
 Aprendemos que o abraço entre pai e filho tem amor, que o segredo entre mãe e filha tem amor. Aprendemos que os nossos pais são o primeiro amor da nossa vida e que vão connosco para o resto da vida. São aquele amor que não é frágil, mas precisa de carinho e de atenção, são aquele amor não tem explicação para os seus feitos, são mais do que os filhos mas menores sem eles. 

 O primeiro abraço, o primeiro beijinho na testa, o primeiro colo, o primeiro ombro do choro é o deles. É o amor que une o laço mais forte, une seres humanos que davam a vida uns pelos outros.
 Os pais são o trofeu humano dos filhos, não só pelo amor que une a relação de pais e filhos, mas também pela cumplicidade, pelo carinho, pelo orgulho que existe uns pelos outros.

O nosso sentimento de amor vai crescendo com os tempos, vai ganhando novos horizontes, novas formas, novas pessoas. Vai ganhando terreno fazendo com que fiques rodeada de pessoas que gostam de ti e tu gostas de gostar delas.
 O amor sustenta uma amizade. Amizade essa que levas para a vida toda. Amizade que não tem obrigação de telefonema diário, tem conversas de horas depois de semanas sem falar, não porque houve alguma situação para que isso acontecesse, mas sim porque a vida se cruza tantas vezes como se gostaria. Mas a amizade não morre, a cumplicidade não diminui e o amor não se torna transparente. Tudo fica da mesma forma, nada muda. Não existe cobrança porque onde existe amor não existe lugar para tal.

O amor continua a ganhar terreno. Deixas de estar no singular e passas a estar no plural. Passas a ter outro ser humano com quem partilhar a vida, com quem partilhar o amor. Com ele partilhas o teu futuro, sonhas acordada a fazer planos para o dia seguinte.
 Aprendes a gostar na mesma medida que gostas de ti. Aprendes que numa só pessoa tens oito. É teu namorado, teu companheiro e cúmplice. É o teu melhor amigo, o teu confidente, o teu amante e futuro marido e pai dos teus futuros filhos.
  Com ele queres ensinar aos vossos filhos exatamente o que os teus pais te ensinaram. Que o amor tem que estar sempre presente nas nossas ações, que o amor une os laços mais fortes para a vida toda.

Ao longo da tua vida, aprendes que a frase “ gosto de ti até à lua. Ida e volta”, não é exagero.

A M O R   É A M O R